Declaração dos ovinos e caprinos

 Declaração dos ovinos e caprinos

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) tornou público que, durante o mês de janeiro de 2024, todos os criadores de ovinos e caprinos são obrigados a declarar os animais que possuam à data de 31 de dezembro de 2023, independentemente de se candidatarem ou não às ajudas comunitárias.  

A ausência desta declaração de existências é punida com uma coima.

Os detentores que não tenham a declaração de existências perdem direito à emissão de guias de circulação e ficam sujeitos a uma coima mínima de 100 euros.

A declaração pode ser efetuada pelo produtor junto dos serviços da Acripinhal, a funcionar nas instalações da nova Loja de Cidadão, no rés-do-chão do edifício dos Paços do Concelho de Vila de Rei.

Pode igualmente ser solicitada no portal do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) ou nos departamentos dos Serviços de Alimentação e Veterinária Regionais, bem como nas entidades protocoladas com o IFAP.

Os criadores podem ainda recorrer à aplicação SNIRA/iDigital para submeter a declaração de existências.

A DGAV é um serviço central da administração direta do Estado, com autonomia administrativa.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter