Cursilhistas PCB refletem sobre Quaresma e Via Sacra

 Cursilhistas PCB refletem sobre Quaresma e Via Sacra

De acordo com calendário de Atividades do Movimento de Cursilhos de Cristandade da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, realizou-se no passado dia 2 de março de 2024, pelas 15 horas, a Reflexão da Quaresma seguida de Via Sacra acompanhando espiritualmente o trajeto de Jesus desde a agonia no Jardim das Oliveiras, com momentos de meditação e oração em várias estações.

Este encontro de irmãos cursilhistas teve lugar na Igreja Matriz do Estreito, concelho de Oleiros, (igreja de S. João Baptista) orientado pelo Senhor Padre António José, pároco nesta paróquia.

Esta linda localidade, ocupa um vale de terras férteis e planas e deve o seu nome à natural “estreiteza” do caminho que liga estas paragens a terras para lá da serra do Moradal. É vigiada permanentemente pela serra que oferece, ao mesmo tempo, uma barreira física de difícil transposição.

Nesta tarde de sábado muitos foram os cursilhistas (mais de uma centena) que, tal como referiu o senhor padre António José, “se desinstalaram” de suas casas, com condições atmosféricas muito adversas (baixa temperatura, chuva intensa e forte vendaval) e rumaram de toda a diocese, até ao Estreito, para viver mais um dia de encontro consigo mesmo, com Jesus e com os irmãos.

Tal como constava do programa, o acolhimento foi feito na Igreja Matriz do Estreito e de seguida o senhor Padre José António fez uma breve reflexão sobre a Via Sacra, à luz das palavras do Papa Bento XVI, Papa Francisco e Santo Agostinho, referindo que a mesma, nos deve levar a refletir o seu significado na nossa própria vida, percebendo o que em cada estação Jesus nos que dizer. A forma clara, esclarecida e muito desafiante das suas palavras e que decerto tocou cada um dos cursilhistas presentes, foi um momento impulsionador para a Via Sacra que se seguiu em clima de oração profunda e sentida em verdadeira comunhão! O facto de o tempo não permitir a realização da Via Sacra no exterior em nada a prejudicou.

Seguiu-se a Eucaristia vespertina pelas 17 horas, após a qual houve um convívio com um “Callum” de honra! De realçar a forma carinhosa e alegre com que os cursilhistas deste centro, com o senhor padre José António prepararam este convívio e receberam todos os presentes.

*Graciela Fernandes

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter