Concelho recebeu 25 refugiados ucranianos

Concelho recebeu 25 refugiados ucranianos

O concelho de Proença-a-Nova recebeu esta sábado, dia 26 de março, 25 refugiados ucranianos que estão ser acolhidos ño Seminário dos Missionários do Preciosíssimo Sangue e, num segundo momento, serão disponibilizadas outras estruturas pelo Município para o efeito. A chegada destes cidadãos é a conclusão de uma missão realizada em parceria com as juntas de freguesia de Benfica e Campolide – de Lisboa – e do Município de Ponte de Sor que disponibilizam autocarros e carrinhas para levar bens de primeira necessidade e medicamentos para a Polónia, trazendo no regresso um total de 59 refugiados que serão agora encaminhados para estes diferentes destinos.

João Lobo, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, apresentou na reunião o pedido de apoio para custear a deslocação do autocarro proencense à Polónia nesta missão humanitária – proposta aprovada por unanimidade – lendo a seguinte mensagem:

A invasão da Federação Russa contra o Estado da Ucrânia levanta renovados fantasmas sobre o poder das nações e a sua estratégia de controle territorial e económico, mostra-nos quanto frágil é a condição de manter a Paz e pugnar por valores humanistas que nos reclama a cada momento ‘lutarmos’ por esses valores e de forma contínua, em todo o tempo, não nos podemos resignar em afirmá-los. Portugal tem das fronteiras estáveis mais antigas, que ultrapassam os 900 anos de história, tivemos também no nosso passado recente uma guerra, guerra para continuar na posse das colónias ultramarinas, levando a uma descolonização que deixou marcas e ainda hoje permanecem as suas cicatrizes. A memória é aquela que reflete a vivência da dor do desespero da perda, das várias perdas familiares, do seu lugar, do seu lar, do seu País. Hoje, o Estado soberano e independente da Ucrânia vive outra vez, passados mais de 30 anos, esta provação. Os Portugueses têm impresso no DNA uma condição diferente de ser solidário e acolher; é neste grito de ajuda, que nos é muitas vezes traduzido em silêncio, que somos chamados a agir. Depois de termos informado logo num primeiro momento as autoridades competentes, nomeadamente a Alta Autoridade para as Migrações de poder acolher até 50 refugiados vindos da Ucrânia, decidi participar, em articulação com a Junta de Freguesia de Benfica, a Junta de Freguesia de Campolide e o Município de Ponte de Sor, em missão de ajuda e de transporte de refugiados, disponibilizando para esse fim um autocarro que se deslocará até à Polonia em articulação com as diversas entidades que supervisionam todas estas ações”.

Para além destes 25 refugiados que agora chegam a Proença-a-Nova, o concelho já tem a residir uma família de três elementos em Montes da Senhora e estão a ser ultimados os preparativos para acolher mais cinco cidadãos ucranianos nos próximos dias. Em articulação com os serviços municipais e autoridades competentes, será prestado todo o apoio para a sua inclusão na comunidade.

Desde a primeira hora, os refugiados tem recebido inúmeros apoios quer das instituições, quer da comunidade local quer da comunidade de ucranianos residentes em Proença-a-Nova.

Para si... Sugerimos também...

1 Comentário

  • Se houver algum bebé menino entre os 0/3/4 meses tenho roupas e algumas fraldas para dar. Obrigada

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter