Arguida por furto em residência

 Arguida por furto em residência

O Comando Territorial de Castelo Branco, em nota à redação informa que através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Idanha-a-Nova, no dia 3 de maio, constituiu arguida uma mulher de 64 anos, por furto em residência, no concelho de Idanha-a-Nova.

Na sequência de uma denúncia por furto em residência, no dia 15 de abril, na localidade de Ladoeiro, os militares da Guarda realizaram diligências que permitiram apurar que a suspeita introduziu-se na residência da vítima, um homem de 61 anos, tendo subtraído uma peça em ouro, avaliada em 1 500 euros, que se encontrava na habitação.

No âmbito das diligências policiais e de investigação foi possível localizar e identificar a suspeita e recuperar o fio em ouro furtado, que será entregue ao seu legítimo proprietário.

A suspeita foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Idanha-a-Nova.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter