Ampliação do Centro de Saúde da Sertã vai avançar

 Ampliação do Centro de Saúde da Sertã vai avançar

É oficial! Vai avançar a ampliação do Centro de Saúde da Sertã. A informação foi avançada por Carlos Miranda, Presidente da Câmara Municipal da Sertã.

“Após uma luta de dois anos, finalmente obtivemos financiamento do PRR, num valor superior a 1 milhão de euros, que nos permite avançar com a ampliação do Centro de Saúde da Sertã. É mais um passo dado, que nos deixa cada vez mais perto de concretizar esta obra estratégica e de extrema importância para o concelho e para a região, que contribuirá decisivamente para a melhoria da prestação dos cuidados de saúde”

afirma o autarca sertaginense

Carlos Miranda assinou na passada sexta-feira, 7 de junho, o contrato de financiamento relativo à requalificação do Centro de Saúde da Sertã. A assinatura decorreu na sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) em Coimbra, numa cerimónia que contou com as presenças de Ana Paula Martins, Ministra da Saúde, Manuel Castro Almeida, Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, Isabel Damasceno, Presidente da CCDRC e André Trindade, Presidente do Conselho Diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde.

“Não se conseguem atrair e mobilizar profissionais e equipas de saúde sem boas instalações, sem bons equipamentos e sem modernização. É um fator de atratividade absolutamente fundamental. A saúde é cada vez mais proximidade e, sem autarcas, não há proximidade”.

destacou Ana Paula Martins, Ministra da Saúde

Esta ideia foi igualmente defendida por Manuel Castro Almeida, Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, que referiu que a melhor solução para execução do PRR é “confiar nos autarcas para que este trabalho possa ser feito a tempo e horas”, pela proximidade e pela experiência no serviço às populações.

Isabel Damasceno, Presidente da CCDRC, sublinhou que a sua equipa está atenta ao cumprimento de prazos e resultados, reforçando que “o país está convocado para executar o PRR. Assegurou ao Ministro da Coesão que “pode contar com a Região Centro para executar o PRR.”

O investimento global da obra totaliza 1.055.922,45€. A intervenção visa a ampliação do Centro e a requalificação de alguns espaços por forma a melhorar os serviços e as condições de segurança e conforto para utentes e profissionais, e a possibilitar de forma mais funcional o cumprimento de planos de contingência. A intervenção visa também melhorar as condições de acessibilidade e tornar o edifício ambientalmente mais sustentável, através da introdução de medidas de eficiência energética.

Para si... Sugerimos também...

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a nossa newsletter